sexta-feira, 15 de julho de 2016

Bagé completa 205 anos neste domingo!


E a nossa bela Bagé comemora mais um aniversário neste domingo (17). Já se vão 205 anos de existência, e o início dessa história a gente contou aqui no blog Caminhos do Pampa alguns dias atrás. (Se não leu ainda, confira aqui).

A cidade que é a porta de entrada do Pampa Gaúcho, hoje nos presenteia com sua cultura rica e preservada. Seus casarões antigos podem ser admirados por todos que aqui passam. Com economia baseada na agricultura, pecuária e no comércio local, Bagé é conhecida pela Festa Internacional do Churrasco, a maior festa deste tipo no Brasil, por onde circulam cerca de 60 mil pessoas em quatro dias de duração. 

Bagé também é conhecida pela Semana Crioula Internacional, que possui grande competição de gineteadas. É sede da exposição-feira rural mais antiga do país, a Expofeira de Bagé, que no ano de 2015 chegou à 103ª edição.


Como um bom gaúcho não vive sem o cavalo, por aqui se encontram os melhores da raça crioula. Grandes leilões de cavalos da raça "puro sangue inglês" são promovidos aqui, sendo responsável por quase metade do plantel brasileiro de PSI, criados nos vários haras da região, os melhores do Brasil, segundo os especialistas. Bagé é uma grande exportadora de cavalos de corrida, trazendo divisas para o Brasil.

Bagé possui um clima que tanto pode ser enquadrado no tipo subtropical ou temperado, com verões tépidos (com altas temperaturas durante o dia e temperaturas amenas à noite) e invernos relativamente frios, com geadas frequentes e queda de neve em ocasiões memoráveis. As precipitações costumam ser regularmente distribuídas durante o ano, mas secas esporádicas podem ocorrer. 

Bagé é importante ponto de passagem para quem viaja do Brasil para o Uruguai por via terrestre. A cidade é ligada ao país vizinho por estrada (BR-153), ficando distante cerca de 60 quilômetros da fronteira entre Brasil e Uruguai e a 560 quilômetros da capital uruguaia.





Bagé possui o segundo maior ginásio do Estado do Rio Grande do Sul, o ginásio poliesportivo Presidente Médici, popularmente conhecido como ginásio Militão. Nas cercanias do ginásio também há um complexo esportivo, com oito campos de futebol, área verde, vestiários e estrutura para realização de competições do futebol amador do município.



Arte e memória estão preservadas com diversos museus, a Casa de Cultura e o Instituto Municipal de Belas Artes. 




Muito se tem a falar sobre Bagé, esse município encantador localizado quase no fim do mapa do Brasil. Para conhecer tantas belezas, só visitando mesmo. Venha até Bagé e surpreenda-se com tanta riqueza!

Feliz Aniversário, Bagé!

Fonte: Wikipedia
Fotos: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Destaque