terça-feira, 28 de junho de 2016

Pampa Gaúcho, seu próximo destino: Conheça a história!

Nos próximos posts vamos dar dicas culturais aqui no Blog Caminhos do Pampa. Mas antes de evidenciarmos tudo que você vai encontrar por essas bandas, vamos contar um pouquinho da história que deu origem a essa região do Rio Grande do Sul.

---------

Bagé é conhecida como a Rainha da Fronteira e está localizada a 60 quilômetros do Uruguai. O município desempenhou um papel importante na história do Rio Grande do Sul por conta de sua posição geográfica. Os campos de Bagé foram alvo de disputa por parte dos índios, portugueses e também dos espanhóis. Bagé presenciou ainda importantes fatos, tais como a Guerra Cisplatina e as Revoluções Farroupilha e Federalista.

Na segunda metade do século XVII o município recebeu os primeiros padres jesuítas, que vieram da região dos Setes Povos das Missões e fundaram a Redução Santo André dos Guenoas (1683). O objetivo dos padres era catequizar os índios da localidade, mas estes destruíram a redução.

Já em 1750, Portugal e Espanha assinaram o Tratado de Madri, no qual os portugueses abriam mão da Colônia de Sacramento em troca de terras do atual Rio Grande do Sul e da expulsão dos Setes Povos para a outra margem do Rio Uruguai. Dois anos depois os exércitos de Portugal e da Espanha chegaram aos campos de Santa Tecla, a fim de demarcar as fronteiras. 

Os europeus foram repelidos por cerca de 600 índios charruas. Sepé Tiarajú era o comandante dos índios, a qual lhe foi atribuída a frase que aquelas eram “terras que Deus e São Miguel lhes haviam dado”.

Em 1773, o então governador de Buenos Aires, D. Juan José Vertiz y Salcedo, parte do Prata com mais 5 mil homens, para expulsar os portugueses que encontravam-se alojados no Rio Grande do Sul. Em terras gaúchas, D. Juan funda o Forte de Santa Tecla, que era cercado por um fosso de 9 metros de largura e 2,5 de profundidade, tinha uma muralha de 3 metros de altura e baluartes que alcançavam 5,5 metros. 

A partir de 1801 o território passa aos domínios portugueses de forma definitiva. Em seguida as terras de Bagé foram ocupadas por sismeiros ou arrendadas a pessoas que se destacaram nos combates travados.

Em 1811, o governador do Rio Grande do Sul, Dom Diogo de Souza, temendo alguma ação dos recém-separados espanhóis, ordena uma concentração do exercito português nas fronteiras. Os portugueses montam seu acampamento próximo aos “Cerros de Bagé”, nesse local hoje situa-se o município de Bagé - RS.

Fonte: Cidade de Bagé
Fotos: História Militar

-------

O restante dessa história você acompanha nos próximos posts, aqui no Caminhos do Pampa. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Destaque