quinta-feira, 30 de junho de 2016

Bagé: Uma história rica!

A cidade de Bagé possui muita riqueza em sua história. No post a seguir você conhecerá um pouco mais dos fatos que deram origem ao município da fronteira, que hoje é polo regional e oferece muitas opções para quem busca se aventurar pelo Pampa.

---------

Segundo alguns historiadores, em 17 de julho de 1811, o então governador D. Diogo partiu com suas tropas para invadir o Estado Oriental del Uruguay. As pessoas que não puderam acompanhá-lo, ficaram para trás, dando origem ao município de Bagé. Oficialmente, 17 de julho de 1811 é considerada a data de fundação da cidade.

A povoação da localidade ocorreu vagarosamente, em torno da Praça da Matriz, onde formou-se o acampamento. Em 1820 foi construída uma igreja para abrigar a imagem de São Sebastião, o padroeiro da cidade. 

Mesmo após a demarcação definitiva das fronteiras, as terras continuaram a ser cenários de batalhas. Em 1825, D. Carlos de Alvear invadiu o território gaúcho, e no início de 1827, as forças do general Lavalleja entraram em Bagé, saqueando, queimando e destruindo o que encontravam pela frente. No ano seguinte, foi assinado o Tratado de Paz, que garantiu sossego à região.

Já em 1835, deu-se início à Revolução Farroupilha, uma disputa entre ideais republicanos e imperialistas. Mais uma vez os campos de Bagé serviram como palco para diversas batalhas. Em 10 de setembro de 1836 foi travada umas das mais importantes e lembradas batalhas, a “Batalha do Seival”. Nessa batalha as tropas republicanas, comandadas por Antônio de Souza Netto, saíram vitoriosas e, no dia 11 de setembro, o mesmo General Netto, no atual Campo dos Menezes, margem esquerda do Rio Jaguarão, proclamou a República Riograndense.

Em 18 de maio de 1846 Bagé foi elevada à categoria de freguesia. Em 05 de junho de 1846, passou à categoria de vila. Somente em 22 de dezembro de 1858 Bagé foi reconhecida como cabeça de comarca. Já em 15 de dezembro de 1859, foi finalmente reconhecida como cidade do Estado do Rio Grande do Sul.

Fonte: Cidade de Bagé
Foto: Amigos da Cavalgada e 

---------

Quer conhecer mais dessa história de lutas e persistência?Visite o Pampa e encante-se!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Destaque