sexta-feira, 18 de maio de 2018

Curiosidades históricas sobre a Vila de Santa Thereza

Um dos principais atrativos turísticos de Bagé é o Centro Histórico Vila de Santa Thereza, localizado na Avenida Visconde Ribeiro de Magalhães. Você já conhece a história que enriquece a sua visita ao local?


A Vila de Santa Thereza surgiu em 1897, em torno da charqueada de Santa Thereza, fundada por Antônio de Ribeiro Magalhâes. O local abrigava, incialmente, cerca de 840 pessoas que trabalhavam nas charqueadas e nas fábricas, além da residência de verão da família.

Com assistência completa, os trabalhadores não apenas habitavam a Vila Operária, como também contavam com serviços médicos e farmacêuticos. No espaço, havia casas de material capaz de abrigar aproximadamente 1000 pessoas, onde tinha luz elétrica e usina independente. 


Os viajantes de trem, ao passar por Santa Thereza, vislumbravam alamedas, casas de rica construção, distribuídas em alinhamento simétrico, solo terraplanado e limpo. As estradas de acesso ao estabelecimento eram mantidas por Visconde. 


Cada canto do Centro Histórica Vila de Santa Thereza guarda memórias de uma história da afiada mente vanguardista de um português. Você sabia que o local em que hoje abriga a Câmara de Vereadores de Bagé já foi um mercado construído por Visconde Ribeiro de Magalhães?


Em busca de novos horizontes para explorar, Visconde torna-se, anos depois, sócio de sua primeira charqueada, Cotovelo. Após conseguir dinheiro suficiente para comprar sua própria terra, onde fundou, em 1897, a Charqueada de Santa Thereza.

Na charqueada havia fábrica de sabão, feita com a gordura do gado, fábrica de escovas, feita com os pelos dos rabos dos animais, plantação de café e fábrica de vinho. 

O charque foi o grande combustível para o desenvolvimento do local


Fatos curiosos

O nome, Centro Histórico Vila de Santa Thereza, remete tanto à amada de Visconde, Thereza Pimentel, quanto à santa de devoção dela, Santa Thereza D’Ávila.

Na local, foi instalado o segundo cinema do país, perdendo apenas para o Rio de Janeiro, dois anos após a invenção do cinematógrafo dos irmãos Lumière.

Como empresário de grandes produções e exportações internacionais, Visconde garantiu diretos aos negros, em uma época que a alforria dos escravos havia os libertado para um novo tipo de exploração, sem nenhuma instrução, onde a maioria trabalhava em troca de comida e abrigo. Visconde manteve uma relação assalariada com os empresários e tentou reinseri-los na comunidade por meio da cultura. Foi criada uma companhia de teatro e a Banda Lira de Santa Thereza, formada totalmente por negros.

Ficou com vontade de saber mais sobre o Centro Histórico Vila de Santa Thereza? Vale a pena realizar uma visita ao local para conhecer os detalhes dessa história que faz parte da nossa terra.

quinta-feira, 26 de abril de 2018

A Vinícola Peruzzo é um dos grandes atrativos turísticos em Bagé

Para iniciar a nossa série de posts referentes ao turismo em Bagé, o primeiro destino é um local muito especial. Você já conhece a Vinícola Peruzzo?



A Vinícola Peruzzo surgiu de um desejo antigo de produzir vinhos, associado às oportunidades e perspectivas que a Região da Campanha oferece. E foi com muito entusiasmo que a família Peruzzo decidiu investir no cultivo de uvas viníferas. 


A propriedade está localizada no município de Bagé, onde as primeiras videiras foram plantadas em 2003, oriundo de mudas importadas de renomados viveiristas da França, Itália e Portugal.

Para a sua inauguração, em 2008, a vinícola dispunha de um processo de elaboração que incorpora modernas tecnologias. Sua cave, localizada no subsolo da cantina, garante que os espumantes e vinhos amadureçam sob temperaturas constantes próximas dos 18 a 20º C. 

Saiba um pouco mais sobre a estrutura da Vinícola Peruzzo

Quem deseja visitar o local irá se deparar com uma sala de recepção com ponto de vendas; Tanques com capacidade de armazenamento em torno de 190 mil litros; Cave climatizada naturalmente, onde os vinhos engarrafados permanecem em maturação; e Espaço de festas. 





A Vinícola Peruzzo está localizada a 380km de distância Porto Alegre – Bagé

Seu espaço fica em Bagé, próxima a fronteira com o Uruguai, no extremo sul do Brasil. A 60 km de Aceguá no Uruguai e a 10km do Hotel Fenícia, no centro da Rainha da Fronteira.

Endereço da Vinícola Peruzzo: Estrada do Forte Santa Telca s/nº 1º Distrito Bagé – RS 



Prepare-se para se contagiar com o entusiasmo, alegria e dedicação do trabalho desenvolvido na vinícola, com foco na arte de criar seus vinhos e espumantes oportunizando momentos alegres, descontraídos e únicos na vida de cada pessoa que passa pelo local.

As visitas podem ser feitas de segunda a sexta-feira, nos horários das 10h ou 15h. Para o funcionamento em eventos nos finais de semana e feriados é preciso um agendamento.

O Hotel Fenícia possui as informações necessárias para a sua rota e agendamento de visita à vinícola. Entre em contato pela nossa página no Facebook ou pelo fone: (53) 3242-8222

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Turismo no Pampa: confira os principais pontos de turismo em Bagé

É impossível passar por Bagé e não enriquecer o seu conhecimento sob a cultura típica e desbravadora do pampa. Este post é um convite a você, que mora e ou visita frequentemente a nossa Rainha da Fronteira, a passear pelas ruas cheias de histórias com um olhar de turista.

Às vezes passamos todos os dias por um local e não despertamos o olhar sobre as suas peculiaridades, o mesmo acontece quando você visita uma cidade seguidamente para rever parentes ou participar de eventos.

Para começar o tour e entrar no clima do Pampa, prepare o seu chimarrão e vem conhecer os principais pontos turísticos de Bagé, no Rio Grande do Sul.

Construídas com distintos propósitos, o município é embelezado com cerca de 60 praças, que promovem centenas de encontros diários em meio às árvores centenárias, os chafarizes e os monumentos de memória.

*Todas as imagens utilizadas neste post foram retiradas da internet, se você for o autor, por favor nos informe que colocamos os créditos. 

Conhecida como Praça Esporte, a Praça de Desportos fica na Av. Sete de Setembro
A Praça Silveira Martins, mais conhecida como Praça do Coreto, também está localizada na Av. Sete de Setembro

A Praça Carlos Telles é famosa por abrigar a igreja Catedral de São Sebastião 

As paisagens de Outono Inverno são um grande atrativo da Praça da Estação

A Praça da Estação está localizada na rua Caetano Gonçalves, no centro de Bagé
A Praça das Carretas fica na rua 18 de Maio





Ao andar pela cidade os lindos casarões chamam bastante a atenção por sua arquitetura admirável.



É extremamente rico conhecer os espaços com grande potencial histórico, educacional e de aspectos culturais. Em Bagé, temos o Museu Dom Diogo de Souza e o Museu da Gravura. 

O Museu Dom Diogo de Souza fica na rua Marcílio Dias
O Museu da Gravura está localizado na rua Cel. Azambuja



Um dos pontos turístico mais famoso da cidade é Centro Histórico Vila de Santa Thereza.




Por sua luz e paisagem ímpar, Bagé foi um dos cenários escolhidos pelo diretor Jayme Monjardim para a gravação do filme O Tempo e o Vento, onde foi construída a Cidade Cenográfica de Santa Fé. A produção, inspirada na maior obra do escrito gaúcho Érico Veríssimo, conta a história da família Terra Cambará até o final do século XIX.



A cidade cenográfica está localizada no Parque do Gaúcho

Santa Fé é composta por 17 construções

O Parque do Gaúcho é um espaço destinado ao lazer, entretenimento e  propagação da cultura e costumes da nossa terra.




O roteiro de circuito turístico do Alto Camaquã passa pelo distrito de Palmas, no município de Bagé.

Pico do Elefante

Tradicional descida do rio camaquã | by: Juliano Oliveira
O Bosque do Palacete Pedro Osório, localizado na avenida Tupy Silveira 1436, é famoso por sua natureza exuberante. A arquitetura do palacete também enche os olhos de quem visita a Rainha da Fronteira.






Para os amantes de vinhos, as vinícolas da região proporcionam apreciar um bom vinho fruto do pampa gaúcho. Prepare-se para admirar as paisagens típicas do Bioma Pampa, onde todos os vinhedos são dirigidos em sistema de espadeira. Com foco na produção de vinhos finos e espumantes, utiliza-se uvas exclusivamente plantadas nas propriedades.


Mais informações sobre o que fazer em Bagé, bem como contatos, rotas e endereços, você encontra no Hotel Fenícia.

Entre em contato pelo fone do hotel: (53) 2342-8222 ou site: http://feniciahotel.com.br/

segunda-feira, 5 de março de 2018

Um mergulho na cultura do pampa com a pesca esportiva

A região sul é abundante em rios e lagos. Com tantos locais, não é difícil localizar excelentes destinos de pesca. Mas quando o assunto é turismo de pesca esportiva, a Leader Pesca e Camping oferece uma opção exclusiva. Os amantes de pesca esportiva contam agora, com uma experiência inigualável, através de uma parceria desenvolvida com um proprietário rural.

O pacote de pesca abrange o serviço de guia de pesca, a alimentação, bebidas não alcoólicas, a hospedagem no Hotel Fenícia, bem como o traslado de ida e volta do hotel até a propriedade rural.

O grande atrativo para os praticantes da pesca esportiva é, segundo o proprietário da Leader Pesca e Camping, Gabriel Porto, a possibilidade de captura de grandes exemplares de traíras – hoplias malabaricus. Além da excelente quantidade de peixes de menor porte que o local, por ser preservado, oferece. Do mesmo modo, oportuniza-se o contato com a fauna e flora características do Pampa.

Como funciona a Pesca Esportiva

Tal pescaria se caracteriza pela prática exclusiva do pesque e solte, ou seja, o turista realiza a captura do peixe, geralmente faz o registro fotográfico e logo após devolve o pescado ao local de onde foi retirado, preservando assim, a natureza.




Qual é o material utilizado

Tanto o fly, carretilha ou molinete podem ser utilizados. As iscas, via de regra, são artificiais, podendo utilizar isca natural, como o lambari, excepcionalmente.

Para o turista pescador ter uma passagem completa de imersão no pampa, hospedar-se no Hotel Fenícia é a oportunidade perfeita para, após o dia de pesca, desfrutar das excelentes acomodações. O Fenícia oferece um delicioso café da manhã e acomodações temáticas que são inspiradas nos produtos que firmam a identidade da nossa terra. A hospedaria oferece ainda, que o hóspede mergulhe na tradição por meio da Boutique do Pampa, loja especializada em produtos da campanha.

Os interessados na pesca esportiva do pampa podem fazer contato através do e-mail: contato@leaderpescaecamping.com

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Hotel Fenícia e Boutique do Pampa promovem tour Caminhos do Pampa, no dia 30. Participe!


Para aqueles que desejam ter uma experiência turística e gastronômica diferenciada, o blog Caminhos do Pampa tem uma ótima dica. Confira!

No dia 30 de julho a Boutique do Pampa e o Hotel Fenícia promovem o tour Caminhos do Pampa, uma experiência única, que reúne degustação de vinhos, café colonial, passeios e a oportunidade de conhecer parte da história do Rio Grande do Sul. O Caminhos do Pampa é um tour pela nossa tradição e está recebendo reserva de pessoas interessadas! 

Veja como funciona:

Vinícola Guatambu:
- Tour incluindo degustação de 3 vinhos, acompanhado de tábua de frios;
- Passeio pelo vinhedo;
- Visita ao mirante e à Galeria da Vinícola, onde são retratados fatos históricos da região e da vinícola.

Almoço:
- Restaurante Cumbuca (Dom Pedrito)

Vinícola Peruzzo:
- Apresentação da Vinícola e breve degustação.

Pousada Chácara das Roseiras:
- Histórias tradicionais do RS;
- Café colonial, com produtos produzidos pela família, como queijos, doces e pães.

Gostou da programação? Então corra e garanta sua vaga! Mais informações aqui!

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Blogueiras registram encantos da Campanha Gaúcha em visita à região

Nos últimos dias, o Fenícia Hotel recebeu a visita de três blogueiras que estão passeando pela Rota Farroupilha, e contando em seus canais sobre os locais visitados. Roberta, Gardenia e Paula falam sobre suas aventuras nos blogs Territórios, Peripécias de Uma Flor e Mochilinha Gaúcha. Entre os locais visitados estão Rivera, na fronteira, tour da Ferradura em Santana do Livramento, restaurante Cumbuca e vinícola Guatambu, em Dom Pedrito. 

Em Bagé, o elogio foi para as suítes temáticas do Fenícia Hotel, com destaque para os vinhos e azeites produzidos na Campanha Gaúcha. 



Confira todos os registros desse tour no blog Mochilinha Gaúcha e na fanpage!

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Bagé completa 205 anos neste domingo!


E a nossa bela Bagé comemora mais um aniversário neste domingo (17). Já se vão 205 anos de existência, e o início dessa história a gente contou aqui no blog Caminhos do Pampa alguns dias atrás. (Se não leu ainda, confira aqui).

A cidade que é a porta de entrada do Pampa Gaúcho, hoje nos presenteia com sua cultura rica e preservada. Seus casarões antigos podem ser admirados por todos que aqui passam. Com economia baseada na agricultura, pecuária e no comércio local, Bagé é conhecida pela Festa Internacional do Churrasco, a maior festa deste tipo no Brasil, por onde circulam cerca de 60 mil pessoas em quatro dias de duração. 

Bagé também é conhecida pela Semana Crioula Internacional, que possui grande competição de gineteadas. É sede da exposição-feira rural mais antiga do país, a Expofeira de Bagé, que no ano de 2015 chegou à 103ª edição.


Como um bom gaúcho não vive sem o cavalo, por aqui se encontram os melhores da raça crioula. Grandes leilões de cavalos da raça "puro sangue inglês" são promovidos aqui, sendo responsável por quase metade do plantel brasileiro de PSI, criados nos vários haras da região, os melhores do Brasil, segundo os especialistas. Bagé é uma grande exportadora de cavalos de corrida, trazendo divisas para o Brasil.

Bagé possui um clima que tanto pode ser enquadrado no tipo subtropical ou temperado, com verões tépidos (com altas temperaturas durante o dia e temperaturas amenas à noite) e invernos relativamente frios, com geadas frequentes e queda de neve em ocasiões memoráveis. As precipitações costumam ser regularmente distribuídas durante o ano, mas secas esporádicas podem ocorrer. 

Bagé é importante ponto de passagem para quem viaja do Brasil para o Uruguai por via terrestre. A cidade é ligada ao país vizinho por estrada (BR-153), ficando distante cerca de 60 quilômetros da fronteira entre Brasil e Uruguai e a 560 quilômetros da capital uruguaia.





Bagé possui o segundo maior ginásio do Estado do Rio Grande do Sul, o ginásio poliesportivo Presidente Médici, popularmente conhecido como ginásio Militão. Nas cercanias do ginásio também há um complexo esportivo, com oito campos de futebol, área verde, vestiários e estrutura para realização de competições do futebol amador do município.



Arte e memória estão preservadas com diversos museus, a Casa de Cultura e o Instituto Municipal de Belas Artes. 




Muito se tem a falar sobre Bagé, esse município encantador localizado quase no fim do mapa do Brasil. Para conhecer tantas belezas, só visitando mesmo. Venha até Bagé e surpreenda-se com tanta riqueza!

Feliz Aniversário, Bagé!

Fonte: Wikipedia
Fotos: Google

Destaque